Siga me

terça-feira, 14 de novembro de 2017

DONOS DAS PRAIAS DO TAPAJÓS APRESENTAM PROPOSTAS PARA A POPULAÇÃO

PV apresenta projeto ‘Beiradas do Tapajós’ para acesso público às praias de Santarém

O vereador Valdir Matias Jr. (PV), durante a sessão de segunda-feira (13), falou de um assunto que tem sido recorrente nos últimos dias em Santarém: o acesso das pessoas às praias da região. A presença de visitantes em praias localizadas à margem direita do rio Tapajós tem sido motivo de muita discussão, sobretudo diante das queixas constantes de banhistas quando o assunto é segurança ou a falta dela. Muita gente fala de cobrança indevida ou abusiva por parte dos comunitários e supostos indígenas.
Em seu pronunciamento nesta tarde, o líder do PV manifestou preocupação com esta prática e, na ocasião, falou de um projeto que trata exatamente do acesso público às praias de Santarém. Segundo ele, esses balneários são frequentados por pessoas que levam consigo uma enorme necessidade reprimida por diversão por meio de música, esporte, alimentação e outros serviços públicos.
O objetivo do projeto que trata de acessos públicos às praias de Santarém, denominado as beiradas do Tapajós, é pôr fim às polêmicas sobre o direito de uso desses locais, além de garantir o pleno direito da população em geral, em poder usufruir tranquilamente das belezas naturais das praias que são públicas.
O projeto, iniciativa de estudo técnico de filiados do Partido Verde, dentre eles o médico Erick Jennings, prevê vários pontos positivos tanto para quem visita quanto para quem reside nas comunidades localizadas no entorno das praias. O vereador ressalta que garantir renda para as comunidades envolvidas é um desses pontos, já que os moradores também são os responsáveis pela conservação do meio ambiente e das belezas naturais. Porém, é importante que as ações sejam feitas de forma responsável, sem cobrança indevida, de orientação aos visitantes.
A matéria trata ainda da segurança mínima para aqueles que frequentam as praias, bem como de atendimento a saúde em casos de emergência; a coleta de resíduos sólidos, com foco na preservação da natureza; estacionamento e local apropriado para guardar pertences dos visitantes e o incentivo às práticas esportivas e culturais.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

FERA FERIDA ENGOLIU O PRÓPRIO VENENO

Mulher é proibida pela Justiça de ir ao novo casamento de seu ex-marido

O juiz Danilo Farias Batista Cordeiro, da Justiça de Goiás, concedeu tutela de urgência cautelar proibindo a ex-mulher de um funcionário público de comparecer ao novo casamento dele.

A medida foi requerida por ele e pela sua noiva porque a ex-companheira vinha apresentando comportamento ameaçador e sugerindo que causaria constrangimentos durante a cerimônia. O processo tramita na vara de família e sucessões de uma cidade do interior goiano.

Para comprovar seus receios, o novo casal chegou a juntar, nos autos, cópia do e-mail endereçado pela ex-mulher ao noivo, afirmando que poderia comparecer à cerimônia e que a noite seria “inesquecível para todos”. Eles também afirmaram que iriam ajuizar ação de indenização por danos morais contra ela, em virtude das ameaças, caso a situação continuasse.

“Inesquecível em que sentido?”, questionou o juiz ao deferir a tutela, por entender suficientemente comprovados os riscos de o casal nubente ser, de fato, constrangido. O casal foi representado pelo escritório Ludmila Torres Advocacia. 

5175474.11.2017.8.09.0087

INTERNET PIRATA NÃO É CRIME

Vender internet pirata não é atividade clandestina de telecomunicações

A transmissão de sinal de internet por meio de radiofrequência não pode ser enquadrada no crime de atividade clandestina de telecomunicação. A decisão é da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal que absolveu um acusado por entender que o fato descrito na denúncia não constitui infração penal. 

O homem foi denunciado pelo Ministério Público Federal por desenvolver atividade clandestina de telecomunicações – crime descrito no artigo 183, da Lei 9.472/1997 –, por supostamente transmitir, clandestinamente, sinal de internet por meio de radiofrequência.

Após a denúncia ser aceita e transformada em ação penal, a Defensoria Pública da União impetrou Habeas Corpus pedindo o arquivamento da ação, sob o argumento de atipicidade da conduta, “sustentando a ínfima lesão ao bem jurídico tutelado”.

Relator do caso no STF, Marco Aurélio
foi acompanhado por unanimidade.

O pedido foi deferido pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (PB) por entender que o serviço oferecido não poderia ser considerado de telecomunicação, mas apenas de valor adicionado, conforme o artigo 61, parágrafo 1º, da Lei 9.472/1997.

No Superior Tribunal de Justiça, o MPF conseguiu reverter o acórdão e manter a ação penal. Segundo o STJ, a transmissão clandestina de sinal de internet, via rádio, engloba duas categorias de serviços – de telecomunicação e de valor adicionado –, o que implica a tipicidade da conduta. Além disso, o STJ considerou inaplicável o princípio da insignificância pois trata-se de crime de perigo abstrato, cuja lesividade é presumida.

A DPU então apresentou Habeas Corpus no Supremo Tribunal Federal, pedindo que fosse restabelecido o acórdão do TRF-5. Novamente, a Defensoria Pública da União destacou a atipicidade formal da conduta, por considerar que o caso não configuraria atividade clandestina de telecomunicações. Também observou a existência do princípio da insignificância, uma vez que não houve lesão a bem jurídico tutelado.

O relator do caso no STF, ministro Marco Aurélio, votou pelo deferimento do Habeas Corpus. Para ele, a oferta de serviço de internet não é passível de ser enquadrada como atividade clandestina de telecomunicações. O ministro destacou que, segundo o parágrafo 1º do artigo 61 da Lei 9.472/97, o serviço de internet é serviço de valor adicionado, não constituindo serviço de telecomunicação. 

Assim, o ministro Marco Aurélio deferiu o pedido de Habeas Corpus para restabelecer o entendimento do TRF da 5ª Região e absolver o acusado, com base no inciso III do artigo 386 do CPP. O voto do relator foi seguido por unanimidade. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

NETFLIX VAI SER OBRIGADA A TRANSMITIR A VOZ DO BRASIL DIARIAMENTE

  • Ancine quer que Netflix seja obrigada a transmitir A Voz do Brasil diariamente

Ancine quer que Netflix seja obrigada a transmitir A Voz do Brasil diariamente

Uma proposta apresentada pela Agência Nacional de Cinema – Ancine, como parte do projeto de regulamentar a Netflix pretende obrigar a transmissão d’A Voz do Brasil ao vivo diariamente na plataforma.

Segundo a proposta, “a veiculação do programa ‘A Voz do Brasil’, obrigatória no rádio em todo território nacional, deve ser feita também na Netflix para que todos os usuários fiquem bem informados sobre as atividades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário”.

Caso seja aprovada, o assinante, antes de ter acesso ao conteúdo que escolher, d

everá assistir ao programa produzido pela Empresa Brasileira de Comunicação durante, pelo menos, trinta minutos diários.

O projeto foi elogiado por várias bancadas no congresso nacional, que afirmaram que serviços como a Netflix não podem ficar sem regulamentação, pois o Brasil não é a casa da mãe Joana.

FATIMA BERNARDES VAI PRA JUQUIRA AFIRMA ALEXANDRE FROTA

Alexandre Frota alfineta namorado de Fátima Bernardes

Parece que Alexandre Frota não cansa de se meter em polêmicas para tentar defender o seu ponto de vista político

Parece que Alexandre Frota não cansa de se meter em polêmicas para tentar defender o seu ponto de vista político. Depois de fazer alguns posts ofensivos ao cantor Caetano Veloso , chegou a hora do ator alfinetar em sua conta no Twitter o novo namorado da apresentadora Fátima Bernardes , Túlio Gadêlha Sales de Melo, que, segundo ele, seria "militante do PT".

 

Alexandre Frota começou a série de tweets polêmicos na manhã desta sexta-feira (03), depois que foram divulgadas fotos da apresentadora de mãos dadas com seu novo affair. Segundo consta, Túlio é formado em Direito na Universidade Católica de Pernambuco e filiado ao PDT (Partido Democrático Trabalhista), tendo sido, inclusive, candidato a vereador pelo partido em 2014. O advogado é realmenre engajado politicamente e, curiosamente, já chegou a fazer diversas publicações condenando a TV Globo - casa de Fátima há muitos anos.

Em um primeiro post, Frota escreve: "Agora vocês entendem porque essa mandrogona é contra polícia, quer ideologia de Gênero, ama Lula, adora Cuba. Seu namoradinho é militante do PT". Vale lembrar que, nas próprias redes sociais Túlio chega a condenar atitudes de membros do PT, já que, apesar de ter ideias políticas de esquerda, a sua filiação é a outro partido.

PRESENTE DE GREGO

Governo reduz juros para empréstimos a aposentados e pensionistas

A mesma resolução reduz de 3,06% para 3% ao mês a taxa de juro cobrado nos casos de consignados para operações que visam o pagamento de dívidas com cartão de crédito.

A redução dessas taxas foi aprovada em setembro pelo conselho e dependia de sua publicação para entrar em vigor. Na época, a Previdência Social havia informado que as mudanças foram possíveis graças às quedas observadas na taxa básica de juros (Selic). De acordo com a Previdência, os novos tetos permitem condições mais vantajosas para o acesso ao crédito, possibilitando inclusive a migração de dívidas mais caras, como as de cartão de crédito, para uma modalidade mais barata.

A resolução reduz também o limite da margem consignável para o pagamento de amortização de despesas contraídas por meio de cartão de crédito, de 2 para 1,4 vezes o valor do benefício mensal, o que, segundo a Previdência, permitirá a liquidação do empréstimo em até 72 meses. Com essa medida, o governo pretende impedir um endividamento muito alto, além de diminuir o risco de inadimplência.

O crédito obtido por meio de empréstimos consignados é o de menor custo no mercado. A partir da resolução publicada hoje, o INSS deverá adequar seus sistemas para que se adote as recomendações apresentadas pelo conselho.

AMOR DE PE$O

Advogado se casa com tia-avó de 91 anos de idade e agora quer a pensão da finada

CASOU COM A TITIA

Advogado se casa com tia-avó de 91 anos de idade e agora quer a pensão da finada

Mauricio defende que, apesar da diferença de idade e do parentesco entre eles, o matrimônio respeitou a legislação argentina.

O fundo de previdência alega que o casal não tinha uma união legítima. Para o sistema de segurança social, a luta do jovem é para receber uma aposentadoria que não lhe pertence por direito. No entanto, Mauricio defende que, apesar da diferença de idade e do parentesco entre eles, o matrimônio respeitou a legislação argentina.
"Yolanda insistiu que eu tinha que terminar meus estudos", disse Mauricio, frisando que ela deu um apoio "muito importante" na vida dele e que esse era o seu "último desejo".
De acordo com o jovem, eles se casaram quando ele estava a ponto de largar os estudos para começar a trabalhar. Ele morava com Yolanda desde criança, na cidade Tres Cerritos, além do irmão, da mãe e da avó. O casamento foi em uma cerimônia simples ao norte da província de Salta, onde vivem.
"A negação ao meu pedido é infundada, e não vou trair o último desejo de Yolanda e o juramento que lhe fiz", afirmou.
Na Argentina, há uma permissão para as pensões serem concedidas se os ganhos da pessoa falecida forem comprovados como o único apoio financeiro do viúvo ou da viúva. Mas este caso não se aplica a Maucio, que atualmente atua como advogado.
"Nosso casamento foi uma decisão nobre e legítima", contou o jovem. "Eu amo Yolanda da forma mais pura que é possível amar alguém, e esse sentimento, junto com a dor de tê-la perdido, vai estar comigo até o fim dos meus dias", acrescentou.

domingo, 22 de outubro de 2017

BOLSONARO PODERÁ PEGAR ATÉ 15 ANOS DE CADEIA

Afirmação do pré candidato causa polêmica ao dizer que casamento gay é coisa de veado

Bolo gayO pré candidato causou celeuma ao publicar artigo acadêmico no qual afirma que casamento gay é coisa de veado.

Segundo mito, “a minha intenção não é ofender ninguém. Fiz uma pesquisa de campo que durou anos e consegui comprovar utilizando o método cientifico durkheimiano que boa parte das pessoas que se casam com pessoas do mesmo sexo geralmente são homossexuais ou boiolas.”

A conclusão do estudo do mito desagradou organizações de defesa dos direitos das minorias e dos direitos humanos, que taxaram de “infeliz” o estudo.

Para o ativista gay Sergay Rodela, presidente da Associação dos Pederastas de Brasília, “é inaceitável que uma pesquisa dessa seja financiada com dinheiro público, incitando discurso de ódio e fortalecendo estereótipos de gênero”.

Por conta da polêmica, o trabalho não será publicado e o mito vai responder a um processo criminal, no qual poderá ser condenado a pena de 15 anos de reclusão e multa.


BR 163 UM SONHO DE LIBERDADE AMEAÇADO

Falta de recursos ameaça obras do Dnit na BR-163 entre MT e PA

Prioridade do governo, a pavimentação da BR-163, principal rota rodoviária de escoamento do agronegócio, entre o Mato Grosso e o Pará

Dono de um dos maiores orçamentos federais, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) tem quebrado a cabeça para tentar garantir a manutenção dos 55 mil quilômetros de estradas que administra em todo o País.

Com o pior orçamento já registrado na última década, o jeito tem sido priorizar manutenções emergenciais.
Entre janeiro e setembro deste ano, o Dnit desembolsou R$ 6 bilhões, sendo que 45% desse dinheiro foi usado para pagar contas de anos anteriores.
No mesmo período do ano passado, quando a situação já era de dificuldades, a execução financeira chegou a R$ 7,8 bilhões, em valores corrigidos pela inflação. Em 2014, chegou a atingir R$ 9,7 bilhões nos três trimestres daquele ano.

As dúvidas sobre a musculatura financeira do Dnit são tão grandes que, no Projeto de Lei do Orçamento Anual para 2018 que o governo encaminhou Congresso Nacional, tratou de excluir qualquer orçamento para o Dnit voltado a investimentos, limitando-se a informar apenas valores para custeio do órgão federal.
“Não há um centavo previsto para investimento no Orçamento de 2018 para o Dnit. É uma proposta tão esdrúxula, que deveria ter sido devolvida”, comenta Gil Castello Branco, secretário-geral da organização Contas Abertas.

Internamente, o governo avalia encaminhar uma proposta de R$ 11,171 bilhões para o orçamento do Dnit em 2018. O Ministério dos Transportes pressiona para que esse valor suba para R$ 14 bilhões.
A questão é saber de onde sairá esse dinheiro. Hoje, a falta de recursos ameaça, inclusive, o cronograma de obras que estão no topo das prioridades do governo, como a pavimentação da BR-163, principal rota rodoviária de escoamento do agronegócio, entre o Mato Grosso e o Pará.
Todos os anos, a rodovia, também conhecida como Cuiabá-Santarém, vira notícia nacional, com seus imensos atoleiros no trecho paraense, caminhões tombados e filas intermináveis no escoamento da safra.

Em agosto, o ministro dos Transportes Maurício Quintella prometeu que a rodovia estará pavimentada no trecho que segue até o município de Itaituba (PA), onde está instalado o porto de Miritituba e suas tradings de grãos.

Exército se dirige para trecho da BR-163 para pavimentar rodovia

Um termo de referência para liberação de R$ 128,5 milhões foi assinado para que a obra seja tocada. Os recursos destinados ao trecho neste ano, porém, lançam dúvidas sobre a conclusão do trecho, que aguarda sua conclusão há mais de 30 anos.

Entre janeiro e setembro deste ano, foram liberados R$ 162,6 milhões para a BR-163, nos trechos entre o Mato Grosso e o Pará, segundo informações compiladas pela organização Contas Abertas, a partir de dados do governo federal.

No mesmo período do ano passado, esse mesmo entroncamento recebeu R$ 277 milhões. Procurado pela reportagem, o Dnit informou que aguarda a divulgação de novo orçamento.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

DEM VOLTARÁ A SE CHAMAR ARENA

 
Seguindo as diretrizes delineadas no programa partidário Ponte Para o Passado, o PMDB anunciou que passará a se chamar MDB a partir de 20 de outubro, data da conferência nacional da sigla. Horas depois depois do anúncio, o DEM comunicou que, “para não correr o risco de ficar acorrentado ao presente”, adotará o nome Arena, em honra a um dos pilares formadores do partido.
Para o senador José Agripino Maia, atual presidente nacional do DEM, “não podemos ter a cabeça dura de achar que caminhamos inevitavelmente para o futuro. O presidente Temer está aí provando que é possível regredir 40 anos em 2. Com o novo nome, queremos deixar claro o nosso compromisso com o passado.”
As mudanças dos partidos brasileiros provocaram um efeito dominó. Na manhã de hoje, o Tribunal Superior Eleitoral recebeu uma série de ofícios com solicitações de alteração de nome. O PEN, novo partido de Jair Bolsonaro, mudará para PIB (Partido Integralista do Brasil); o PT, por sua vez, assumirá o título de Partidão. O PSol, o PCdoB e o PCO decidiram entrar para a clandestinidade, recusando-se a informar seus novas alcunhas.
A onda passadista não se restringiu aos partidos. Há algumas horas o MST anunciou que, após 70 dias seguidos de uma plenária de rebranding, recuperará a memórias das Ligas Camponesas, deixando de lado a sigla internacionalmente conhecida. Já o MBL, atiçado pelos eventos de Charlottesville, assumirá o nome CCC.

SENADOR AÉCIO NEVES SAI DO CASTIGO DE SEIS DIAS E VAI DIRETO PARA BALADA.

Aécio comemora decisão do senado na balada em Brasília


O senador Aécio Neves, PSDB-MG, que estava de castigo há dias, proibido pela justiça de sair de casa à noite, saiu ontem para a balada para comemorar a decisão do senado da República que, por maioria de votos, não aplicou as medidas cautelares sugeridas pelo STF.
O STF proferiu uma decisão que dizia mais ou menos assim: Aécio está proibido de sair de casa à noite, mas se quiser, pode. Então o senado, a pedido dos donos de boate da região, decidiu liberar ele”, explicou um senador ao proferir seu voto.
Aécio, após a decisão, saiu para comemorar e foi visto tomando umas brejas com a rapaziada.

Cumpridor da lei, o senador evitou voltar para casa dirigindo, já que havia consumido álcool etílico, e acabou pegando uma carona no carro da polícia por confundir tal veículo com um Uber.

PRESIDENTE MICHEL TEMER REVOGA A LEI AUREA

Temer revoga Lei Áurea e venda de escravos pela OLX é liberada

Resultado de imagem para trabalho escravo contemporâneo 
BRASÍLIA – Uma medida provisória polêmica foi publicada no Diário Oficial da União na manhã de hoje, dividindo opiniões entre juristas, militantes de movimentos sociais e comerciantes.
Negociada há certo tempo com setores da indústria e comércio, o presidente Michel Temer decidiu revogar a Lei Áurea, sob alegação de que a mesma entra em conflito com a Constituição de 1988 e, por este motivo, não foi recepcionada pela ordem constitucional vigente atualmente no Brasil.

Quando uma lei que antecede a Constituição não se adéqua a Magna Carta, diz-se que não foi recepcionada. É o caso da Lei Áurea, que está em evidente confronto com a Constituição cidadã, que coloca a livre iniciativa como um dos pressupostos da República”, explicou Temer, que no passado foi professor de Direito Constitucional.
Ainda não é possível prever os efeitos da medida provisória editada, mas poucas horas após sua publicação, vários escravos passaram a ser negociados na OLX.

Algo semelhante já estava sendo praticado no Brasil mesmo antes da medida provisória, como o Mais Médicos, por exemplo, que alugava mão de obra de Cuba, para quem o governo brasileiro paga, enquanto os profissionais da ilha vêm e ficam impossibilitados de sair do país ou permanecer caso sejam chamados de volta”, disse o presidento.
A medida foi duramente criticada e denunciada por órgãos sérios e imparciais da imprensa brasileira, tais como o Portal 247 e o Diário do Centro do Mundo.

FALANDO SÉRIO

Temer revogou a Lei Áurea

Boa parte dos deputados que votaram contra a primeira denúncia de Michel Temer, salvando-lhe o mandato, agora recua. Temer não cumpriu o prometido na liberação das verbas acordadas em troca do voto.
E para agradar a bancada mais atrasada da Câmara, os proprietários rurais dos confins do Brasil, o presidente acabou com a Lei Áurea e retomou a escravatura. A princesa Isabel se revira.
Ou seja, temos no comando no País homem caloteiro e escravocrata.
Isso sim é que é presidente!

sábado, 7 de outubro de 2017

JUIZ SERGIO MORO ACEITA EXPLICAÇÃO DO PRESIDENTE LULA EM RELAÇÃO AS DATAS DOS RECIBOS DE ALUGUEL


Resultado de imagem para LULA RECIBOS

DEFESA ARGUMENTA QUE LULA SE CONFUNDIU E USOU O CALENDARIO ASTECA E O CHINES QUE É DIFERENTE DO USADO NO BRASIL E QUE DEVIDO INÚMERAS VIAGENS SE CONFUNDIU.

 Após juntar recibo datado de 31 de junho, defesa diz que Lula usa calendário asteca.

 GUARUJÁ – Após criar uma desmedida polêmica ao juntar numa das ações penais nas quais o ex-presidente Lula é réu um recibo com data de 31 de junho – dia inexistente no calendário gregoriano, a defesa do petista esclareceu que o petista é adepto do calendário asteca.

Lula prefere usar o calendário asteca, oriundo de uma civilização pré-colombiana, em homenagem às civilizações que existiam no continente latino-americano antes de ser invadido por homens brancos europeus”, disse o advogado de Lula.
Segundo o causídico, no calendário asteca, o dia 31 de junho era tido como uma data festiva, na qual o deus da honestidade e da verdade era celebrado.
O esclarecimento calou a boca dos reaças, que estavam tentando ridicularizar a data do documento acima mencionado.
A imprensa golpista tentou usar esse fato para desmoralizar o ex-presidente, como se o Lula fosse capaz de contar uma mentira”, elucubrou a presidenta do PT, Gleisi Hoffmman

SILVIO SANTOS CITADO EM DEPOIMENTO NA POLÍCIA FEDERAL


Resultado de imagem para SILVIO SANTOS BARRA DE OURO

Em depoimento à polícia, Nuzman diz que ganhou barras de ouro no programa Sílvio Santos.

 

O presidente do Comitê Olímpico Braseiro Carlos Arthur Nuzman, preso recentemente sob suspeita de participar de esquemas de compra de votos para que o Rio de Janeiro fosse eleito sede dos jogos olímpicos, prestou depoimento na manhã de hoje, ocasião em que esclareceu a origem de várias barras de ouro, totalizando 16 quilos, pertencentes à sua pessoa, atualmente guardadas em um banco suíço.
Segundo Nuzman, as barras de ouro foram um prêmio que ele ganhou no programa “Show do milhão”, do apresentador Sílvio Santos.
Eu, na época, tinha falado para o Sílvio que preferiria ganhar o prêmio em dinheiro mesmo, mas ele me disse que as barras de ouro valiam mais que dinheiro e eu acabei aceitando”, declarou.
O “Show do milhão” era um programa de perguntas e resposta que premiava os participantes com um milhão em barras de ouro.
Tal programa, ao lado da Tele-Sena e do “Topa Tudo Por Dinheiro” foi responsável por tirar milhões de brasileiros da pobreza, o que resultou na indicação de Sílvio Santos ao prêmio Nobel.

As barras de ouro de Nuzman, que segundo o Ministério Público, tinham origem ilícita, foram o motivo de sua prisão.

Com o esclarecimento da verdadeira origem do precioso mineral, Nuzman deve ser solto a qualquer momento e poderá voltar a presidir o Comitê Olímpico Brasileiro.

GORDO AMEAÇA MATAR X-9 DA JBS

Geddel ameaça matar delator da JBS e ouve: ‘cala boca, gordo, ladrão’

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, o operador Lúcio Funaro e o executivo da JBS Ricardo Saud vêm trocando provocações no presídio da Papuda, em Brasília, onde estão recolhidos.
De acordo com relatos do jornal “O Estado de S. Paulo”, Funaro espera o fim do banho de sol e antes de voltar para a cela grita: ‘Saud, vou te matar”.
Em seguida, Geddel reforça a ameaça: “Saud, também vou te matar”. Segundo o jornal, Saud devolve as provocações apenas para Geddel: “Cala boca, seu gordo, ladrão!”
Segundo o jornal, os três ficam em locais separados do presídio e não se encontram no banho de sol justamente para evitar confrontos.

Imagem relacionada