Siga me

domingo, 21 de junho de 2015

INTERVENÇÃO MILITAR JÁ!!

Manifestantes exigem intervenção militar no meio campo da seleção brasileira.

INDIGNADOS BRAZIL - Centenas de manifestantes marcharam hoje com a camisa da seleção brasileira, no esquema 4-4-2, para protestar contra a derrota para a Colômbia. "O meio de campo está uma bagunça. Substituir uma peça por outra não surte efeito nenhum. Somente uma intervenção militar pode resolver a inoperância dessa seleção", discursou Ronaldo Fenômeno, na linha de frente, de braços dados com Galvão Bueno. Ao fundo, Wanessa Camargo cantou o Hino do Exército. Cartazes diziam "Fora seleçalha!", "Vagabundos", "Folla Dunga (e leva a Dilma junto)!"
O grupo se articulou para pedir o impeachment de Neymar, que foi expulso ontem e desfalcará o Brasil no jogo decisivo contra a Venezuela. "O nosso cartão jamais será vermelho", repetiam, em uníssino, os manifestantes. "Foi uma expulsão política", defendeu-se Neymar. "Uma eliminação precoce da seleção joga holofotes sobre os malfeitos da CBF. Ao mesmo tempo, ficar de fora do jogo contra a Venezuela é a maneira mais contundente de não aderir ao Bolivarianismo. Foram dois coelhos com uma cabeçada só", concluiu, com a mão no peito.
No final da tarde, pressionado pela ONU, pelo Instituto Liberal e pela TV Globo, o FBI anunciou que investigará o que faz Firmino na seleção brasileira.
Ciente dos acontecimentos, o Papa Francisco pediu a refundação da CBF.

DIREITOS HUMANOS DEIXA DE ATUAR NA PARAIBA

Porrete 'Direitos Humanos' é achado em centro socioeducativo na Paraíba

Cassetetes eram usados para punir jovens internos, diz relatório do MPF.
Órgão responsável por unidade vai se pronunciar após analisar documento.

Dois porretes com as inscrições “Direitos Humanos” e “ECA” (Estatuto da Criança e do Adolescente) foram encontrados por uma comissão do Conselho dos Direitos Humanos da Paraíba (CEDH) durante uma inspeção no Centro Educacional do Jovem (CEJ), em João Pessoa. O relatório com o resultado da inspeção foi divulgado no início da tarde desta sexta-feira (19) pelo Ministério Público Federal (MPF). Segundo o padre Xavier Paolillo, membro da conselho, os cassetetes eram usados para punir os internos, jovens que completaram 18 anos durante o cumprimento da medida de internação.
A presidente da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac), órgão responsável pelos centros socioeducativos da Paraíba, Sandra Marrocos, informou ao G1 que, até as 13h30, ainda não havia tido acesso ao relatório e que só se pronunciaria sobre as denúncias após analisar o documento divulgado pelo MPF. Segundo o padre Xavier Paolillo, o relatório completo, com o detalhamento dos problemas encontrados, foi entregue à Fundac nesta sexta.
Relatório conta com denúncias de maus-tratos
Desde 22 de maio deste ano, o CEJ é ocupado por jovens do sexo masculino, autores de ato infracional, que tenham completado 18 anos durante o cumprimento da medida de internação. Anteriormente, o prédio do CEJ, construído na década de 1970, era utilizado para o atendimento de adolescentes em cumprimento de medida de internação provisória.
O relatório divulgado nesta sexta-feira é referente a inspeções realizadas pela comissão entre os dias 23 de abril e 15 de junho. Segundo o documento, nas visitas feitas pelo CEDH, além dos porretes, foram encontradas várias irregularidades como superlotação, equipe insuficiente para cuidar dos internos e problemas de infraestrutura, que não segue as diretrizes do Sistema Nacional Socioeducativo (Sinase).
“A Unidade se parece com um presídio. Os alojamentos são celas, com pouca ventilação e luminosidade. Algumas delas se parecem com ‘grutas’, conforme definição dada pelos próprios jovens. As paredes estão cheias de mofo e de pichações. Durante as inspeções havia restos de comidas para todo e qualquer canto. O único critério seguido para a separação dos jovens parece ser o das ‘facções'”, diz o relatório.
Agentes usavam cacetete com sigla do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) para agredir internos, diz CEDH-PB (Foto: Divulgação/MPF-PB)Agentes usavam cassetete com sigla do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) para agredir internos, diz CEDH-PB (Foto: Divulgação/MPF-PB)
No relatório, os conselheiros citam ter verificado que os jovens permanecem “trancafiados” na unidade, exceto um grupo que trabalha como pedreiros “sem qualquer equipamento de proteção”. “Todos os jovens perguntados disseram que a única atividade era a escolarização, que dura no máximo duas horas por dia. O resto do tempo é passado em absoluta ociosidade”, completa o documento, que também indica que alguns jovens disseram não estar estudando.
 
Em três fiscalizações feitas no Centro Socioeducativo Edson Mota (CSE), no início de abril de 2015, a comissão encontrou uma série de irregularidades. Foram denunciadas superlotação, mau acondicionamento dos alimentos e até agressões por parte de agentes de ressocialização contra os adolescentes internos.
O CEDH-PB, do qual o Ministério Público Federal é órgão integrante, constatou que a unidade estava com 185 adolescentes internos, quando a capacidade do local é de 70 adolescentes. Durante a inspeção, os conselheiros ouviram dos internos que agentes costumam agredi-los fisicamente com tapas, socos e chutes.
Na época em que o relatório de irregularidades do CSE foi divulgado, a assessoria de imprensa da Fundac informou que o relatório é antigo, portanto o que foi denunciado é falso. Ainda de acordo com a Fundac, os problemas expostos, como maus-tratos e falta de água, não existem.
Adolescentes de diversas alas denunciaram que “existe um ritual de entrada, chamado de ‘batismo’, que vai de tapas a verdadeiras sessões de torturas”. Outros relatos dão conta de que, sobretudo no período noturno, os agentes socioeducativos fariam uso de gás de pimenta, bastão retrátil e equipamento de choque elétrico.
Verificou-se ainda que os agentes socioeducativos não são servidores da Fundac, mas terceirizados de uma empresa de segurança contratada. Todos os internos se queixaram da qualidade da alimentação. A própria direção disse que às vezes tem que devolvê-la, pois frequentemente chega estragada.

DIVORCIO, NOVA FORMA DE DIVISÃO DOS BENS

Após término, homem divide, literalmente, os pertences do casal

Todos os itens, cortados ao meio, estão sendo leiloados na internet.

 Um usuário de um site de vendas na Alemanha chamou atenção ao leiloar online 16 objetos cortados ao meio. Entre as peças, estão um jogo de cadeiras, um capacete e até mesmo um automóvel dividido pela metade.



Em um vídeo postado no Youtube, o usuário, identificado apenas como “Der Juli”, explica que os produtos são resultado de uma “divisão de bens” após o fim de um relacionamento de 12 anos.
 "Obrigado pelos 12 'lindos' anos, Laura. Você realmente fez por merecer a metade", diz em alemão o texto do vídeo, chamado de “Para Laura”. A gravação já tem mais de 248 mil visualizações.

terça-feira, 9 de junho de 2015

FIM DO MUNDO PREVISTO PARA SETEMBRO

Terra deve acabar em setembro, apontam teorias, mas EUA já estariam se preparando.

 

Teóricos da conspiração têm alertado que o Exército dos EUA tem praticado exercícios que seriam, na verdade, uma preparação para o caso de um asteroide colidir com a Terra e acabar com a humanidade.
No próximo mês, um grande treinamento militar chamado "Jade Helm" será realizado em vários Estados americanos com 1.200 soldados participantes, mas os detalhes de sua finalidade são escassos, de acordo com o jornal britânico "Daily Mirror".
Agora, conspiradores estão ligando este exercício às suas previsões de que um enorme asteroide irá atingir a Terra em setembro deste ano.
Um blogueiro do site Whistleblower800, que afirma investigar a corrupção no governo dos EUA, disse ter descoberto a razão para o treinamento.
Ele sugeriu que o "Jade Helm" seria uma "apólice de seguro" no caso de um asteroide se chocar com a Terra e tumultos proliferarem pelo país.
Ele escreveu: "Se chegarmos até o outono, este terá sido apenas um exercício de treinamento. Se não, teremos tropas de prontidão para lidar com o que seria pandemônio e caos. Os militares vão atirar em nós, porque seremos vistos como tolos que se recusam a aceitar os sacrifícios necessários para salvar o nosso planeta".
Vários blogueiros em sites de conspiração dizem ter previsto que a catástrofe iminente cairá em algum momento entre 22 e 28 de setembro.
Enquanto isso, teóricos bíblicos afirmam que o asteroide irá iniciar o arrebatamento e o início de uma tribulação --termo bíblico que descreve o período aflitivo que antecederia a volta de Jesus Cristo-- de sete anos.
A Nasa fez sua parte e divulgou um comunicado para tranquilizar as pessoas de que nenhum objeto grande é esperado para bater no planeta em "várias centenas de anos".
Um porta-voz disse: "A Nasa não conhece nenhum asteroide ou cometa atualmente em rota de colisão com a Terra, então a probabilidade de uma grande colisão é muito pequena. Na verdade, o melhor que podemos dizer, nenhum objeto grande deve atingir a Terra a qualquer momento nos próximos cem anos".

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Suzane von Richthofen será contratada pela globo no lugar da XUXA

Suzane von Richthofen vai apresentar programa infantil.

 

Suzane von Richthofen foi contratada para apresentar um programa infantil na Rede Globo de Televisão.
A notícia apareceu nas redes sociais em abril de 2015 e afirma que a jovem – que está presa pelo assassinato dos próprios pais – estaria para sair da prisão já com um contrato assinado para apresentar um programa infantil na televisão.
De acordo com a reportagem, Richthofen havia confirmado a assinatura do contrato com a Rede Globo de Televisão, onde apresentará o “Show da Su”. Ela também já estaria gravando seu primeiro CD de canções infantis, segundo o texto que foi compartilhado inúmeras vezes na web.

BAR DO ARAUJO A SAGA

Famoso nas redes sociais, Bar do Araújo 'não resiste' e muda de local

Milhares de internautas fizeram campanha pelo não fechamento do boteco.
Estabelecimento ficava entre duas igrejas evangélicas, em Palmas.


Milhares de internautas se manifestaram nas redes sociais nos últimos dias para dar apoio ao Bar do Araújo. A campanha começou depois da divulgação de uma imagem que mostra o estabelecimento entre duas igrejas evangélicas. Para muitos, a imagem não passava de uma montagem, mas a verdade é que o bar existiu e funcionou de julho a dezembro do ano passado, no setor Jardim Aureny III, na região sul de Palmas. Para a tristeza dos fãs de Araújo, ele "não resistiu" e teve que se mudar do local, mas não foi por causa das igrejas, segundo o proprietário.

Famoso na internet, Joaquim Araújo, de 53 anos, disse à CBN que o ponto era pouco movimentado. "Minha venda caiu quase 80%. Quando dava 22h acabava o movimento, tinha que fechar e ir embora. Hoje, existe igreja de um lado e do outro, mas não foi por isso que me mudei de lá", revelou.

Hoje o estabelecimento funciona no mesmo bairro, mas em outro ponto da quadra. No novo endereço do botequim, Araújo não corre riscos de ter vizinhos inesperados, o imóvel fica em uma esquina. Além dessa vantagem o espaço é bem maior.

Araújo tem uma vida corrida. Durante o dia trabalha como agente de saúde e à noite atende aos clientes no bar. Ele não tem contas em redes sociais e não tinha ideia do sucesso que o bar faz na internet. Ele tomou conhecimento da fama instantânea por meio dos filhos e das pessoas que o cumprimentam na rua.

"Me deparei com gente que disse: 'Ah você é o famoso Araújo? Moço eu vi uma reportagem na internet sobre você'. Beleza, é bom eu saber disso e saber que meu meu bar está fazendo sucesso na mídia".
O local onde funcionava o Bar do Araújo está vazio. O dono do imóvel, que não teve o nome divulgado, disse que desistiu de alugar e que vai transformar o ponto em um depósito.
Enquanto isso, no outro ponto da quadra, a intenção de Araújo é movimentar o estabelecimento e lucrar com o sucesso obtido na internet. "Eu quero participar desse sucesso juntamente com o movimento do Bar do Araújo", disse.
Bar do Araújo não resistiu e teve que sair o local (Foto: Marcos Jardim/Arquivo Pessoal)Bar do Araújo não resistiu e teve que sair o local (Foto: Marcos Jardim/Arquivo Pessoal)
Apoio nas redes sociais
A campanha #resistearaujo começou no mês de maio em uma rede social após a divulgação da imagem na internet. Não é possível dizer quem postou a foto, o certo é que a imagem se tornou um viral. Araújo ficou tão famoso que até virou perfil nas redes sociais.
Nos comentários na internet, as pessoas deram apoio ao Araújo, lançaram tags e também foram polêmicas ao falarem sobre a imunidade de impostos concedida às igrejas. "Na foto vemos três típicos estabelecimentos comerciais, apenas o do meio paga impostos. #ForçaAraújo #ResisteAraújo", disse um internauta.