Siga me

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

BRASILEIRO CRIA O BOTÃO FODA-SE NO FACEBOOK

Animado com a repercussão do botão "não curti", Mark Zuckerberg anunciou outras novidades para o Facebook criada por brasileiro. "Atenderemos a um pedido antigo dos usuários cansados de lidar com posts cheios de verdades incontestáveis, opiniões definitivas sobre qualquer assunto ou análises políticas profundas. Tenho certeza que a implementação do botão 'foda-se' dará vazão a essa demanda reprimida", discursou. "E, se não der, foda-se", agregou, fazendo o sinal de "curti" com o polegar, depois de explicar com um top-top como funcionará a mãozinha do novo dispositivo.
Zuckerberg também apresentou botões que vão funcionar somente no Facebook brasileiro. "Teremos mais duas interações: uma mãozinha sem um dedo, para classificar o post como 'petralha', e o ícone de uma coxa-creme, que é auto-explicativo", comunicou.

PRIMEIRO MINISTRO BRITANICO ACUSADO DE FAZER SEXO COM UM PORCO.

Premiê britânico teria feito 'sexo com porco morto', afirma ex-cabeça do Partido Conservador.

 O Reino Unido amanheceu nesta semana com mais um de seus típicos escândalos gigantescos. Tudo porque Michael Ashcroft, ex-vice-presidente do Partido Conservador, descreveu em sua biografia diversos excessos que o atual premiê David Cameron teriam cometido enquanto estudava em Oxford.

O livro foi escrito por Michael Ashcroft, Lorde Ashcroft, e será publicado em outubro, mas nesta segunda-feira (21) o jornal Daily Mail publicou alguns trechos que geraram a hashtag #Piggate (o escândalo do porco) nas redes sociais — e iniciaram de vez os problemas de Cameron.

A hashtag em questão se refere a um episódio descrito no livro que afirma que Cameron supostamente introduziu "uma parte privada de sua anatomia" na boca de um porco morto, como parte de um trote da sociedade secreta Piers Gaveston, conhecida por seus ritos estranhos.

Ashcroft, um empresário multimilionário muito próximo aos conservadores, admite ter escrito o livro "Call me Dave" por vingança, por não ter obtido o cargo importante que Cameron prometeu após sua reeleição em maio.

No livro é citado o testemunho de um ex-colega de universidade de Cameron que afirma que fumou maconha com ele e que integrou um grupo de fumantes de maconha chamado "Flam Club" em Oxford.
Repetidamente perguntado sobre o tema no passado, Cameron sempre limitou-se a responder que havia "vivido a experiência clássica de um estudante".

Cameron, que fazia "um grande sucesso com as mulheres" quando era estudante em Oxford, de acordo com o livro, foi um membro do Clube Bullingdon, reservado para a elite rica e famosa, no qual os excessos alcoólicos culminam com atos de vandalismo.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

DILMA PEDE PARA GOVERNADORES E PREFEITOS ABRIREM IGREJAS EVANGÉLICAS PARA AUMENTAR A ARRECADAÇÃO

Crucificada após anunciar a volta da CPMF, acuada com a baixa popularidade e desacreditada pelos fariseus, a presidente Dilma Rousseff teve uma iluminação. "Irmãos, um milagre aconteceu. Daqui pra frente, nada de CPMF ou qualquer imposto novo. Encontrei Jesus e, de quebra, a solução divina para ressuscitar as contas públicas", discursou, altiva, enquanto comandava uma sessão de descarrego em Joaquim Levy e Nelson Barbosa.

Em seguida, Dilma anunciou que transformará o Estado brasileiro em uma imensa igreja evangélica. "Em vez arcar com impostos e não ver retorno na saúde, na educação ou na moradia, o brasileiro de boa fé agora pagará dízimo à União", discorreu, subindo o tom. "Tenho certeza de que o povo entenderá essa cobrança como um investimento na vida eterna", completou o pastor Joaquim Levy, "com retornos e garantia de prosperidade ainda nesta vida".

Inspirada pelo Espírito Santo, Dilma evocou o Direito Divino para enquadrar os três Poderes. "O STF, que anda moroso, passa a ser vigiado pelo Tribunal da Inquisição, comandado pelo chefe da Casa Civil. E os deputados e senadores que quiserem derrubar alguma medida provisória minha devem ser libertados do mal, já que só podem estar possuídos", concluiu.