Siga me

terça-feira, 15 de setembro de 2015

DILMA PEDE PARA GOVERNADORES E PREFEITOS ABRIREM IGREJAS EVANGÉLICAS PARA AUMENTAR A ARRECADAÇÃO

Crucificada após anunciar a volta da CPMF, acuada com a baixa popularidade e desacreditada pelos fariseus, a presidente Dilma Rousseff teve uma iluminação. "Irmãos, um milagre aconteceu. Daqui pra frente, nada de CPMF ou qualquer imposto novo. Encontrei Jesus e, de quebra, a solução divina para ressuscitar as contas públicas", discursou, altiva, enquanto comandava uma sessão de descarrego em Joaquim Levy e Nelson Barbosa.

Em seguida, Dilma anunciou que transformará o Estado brasileiro em uma imensa igreja evangélica. "Em vez arcar com impostos e não ver retorno na saúde, na educação ou na moradia, o brasileiro de boa fé agora pagará dízimo à União", discorreu, subindo o tom. "Tenho certeza de que o povo entenderá essa cobrança como um investimento na vida eterna", completou o pastor Joaquim Levy, "com retornos e garantia de prosperidade ainda nesta vida".

Inspirada pelo Espírito Santo, Dilma evocou o Direito Divino para enquadrar os três Poderes. "O STF, que anda moroso, passa a ser vigiado pelo Tribunal da Inquisição, comandado pelo chefe da Casa Civil. E os deputados e senadores que quiserem derrubar alguma medida provisória minha devem ser libertados do mal, já que só podem estar possuídos", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE.