Siga me

quinta-feira, 21 de maio de 2015

FERNANDINHO BEIRA MAR SE IRRITA AO SER COMPARADO À PETISTA.

Fernandinho Beira-Mar nega ser petista: "Esse crime eu não cometi"

 

BANGU - Convocado às pressas para prestar novo depoimento, Fernandinho Beira Mar exasperou-se ao ser confrontado com acusações ainda mais assustadoras. "Eu fui traficante, confesso. Estive envolvido em todo tipo de barbárie. Mas, por favor, não me venham acusar de petismo". Após uma pausa para conter a emoção, ainda com a voz embargada, completou: "Esse crime eu não cometi".
"Nunca votei em Lula, Bittar, Dirceu, Edson Santos, Molon ou tive qualquer tipo de relação com dirigentes sindicais. Vocês estão me julgando pelo meu vulgo", explicou o meliante. Em seguida, por orientação de seu advogado, anunciou que trocará seu apelido para Fernandinho Friedman.
Indiferente aos seus apelos, o júri lhe conferiu uma condenação ainda mais grave do que a pena de 320 anos de prisão."O réu fica também condenado a ler, diariamente, as colunas de Merval Pereira até o fim", sentenciou o juiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE.