Siga me

quinta-feira, 18 de julho de 2013

PRIMEIROS OS MÉDICOS, AGORA OS PADRES PROTESTAM CONTRA A IMPORTAÇÃO DE SACERDOTES.

Padres brasileiros marcham em protesto contra vinda de padres estrangeiros durante a JMJ.

Padres, bispos, cardeais e até coroinhas se reuniram para marchar em protesto contra a vinda de estrangeiros nestas mesmas funções para o Brasil durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Segundo o padre Tadeu Teodoro, é um absurdo receber profissionais religiosos durante a JMJ, isto só mostra que a igreja não confia nos religiosos brasileiros e que não acha que eles têm o mesmo poder de oferecer perdões, catequizar e realizar exorcismos.

Segundo o Vaticano, a medida não visa excluir os religiosos brasileiros, muito pelo contrário, só visa aumentar o número de religiosos para alcançar maior número de conversões. Porém os padres brasileiros alegam que o Brasil não sofre de problemas quanto à quantidade de padres, mas quanto às condições para os padres realizarem as missas, já que as igrejas são quentes, possuem má sonorização e bancos desconfortáveis para os fiéis.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE.