Siga me

domingo, 14 de julho de 2013

USP CANECAGEM SOLIDARIA


Contra o preconceito: alunos da USP terão relações homossexuais em protesto

Um protesto genial está mobilizando toda a USP. Iniciado pelos alunos de Letras, Arquitetura e Enfermagem, jovens apenas do sexo masculino resolveram fazer sexo anal publicamente. Segundo Carlos Estevão, estudante de Francês, o ato é um apoio aos seus amigos homossexuais: “eu não sou gay, nem nunca serei, mas amo meus amigos gays e estou aqui dando a bunda em protesto, sem qualquer homossexualidade, mas para mostrar que não é isso que forja a sexualidade de alguém!”

A reitoria da USP não recebeu bem o protesto: “Acho que estão passando dos limites, começaram a vir de saia, depois a dar beijos pelos corredores, agora estão fazendo sexo. A coisa está se espalhando tanto que já chegou a cursos como de engenharia que a academia tinha como um dos cursos mais heteros do país.” O alvo dos protestos é o deputado Marco Feliciano que já anunciou que a USP é a Sodoma brasileira. O protesto teve tanta repercussão que os alunos pensam em estendê-lo: “Agora, o próximo passo, é casar. Queremos fazer o casamento público aqui. Eu já tenho até meu parceiro, o Carlão, mas não que eu seja gay, estou aqui apenas protestando pelos meus amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE.