Siga me

domingo, 12 de janeiro de 2014

MOTOFUMÓDROMO NOVIDADE CHEGANDO NO BRASIL.

Combatendo Lei Antifumo, motoboys criam serviço de motofumódromo em São Paulo.

 Estudando uma alternativa à Lei Antifumo, motoboys de São Paulo descobriram exitosamente um novo nicho de mercado que provê esperanças aos fumantes inveterados: trata-se do serviço de motofumódromo. Por um preço que varia de R$ 5 a 10, o fumante pode dar uma volta de motocicleta enquanto curte tranquilamente o seu cigarro. Webson Dias, 22, fatura em média de 300 a 400 reais diários desde que começou a oferecer a nova funcionalidade nas imediações da Berrini. “Tem gente que não consegue parar de fumar. Na empresa é proibido, no restaurante também. O cara fica desesperado e é ai que entra o livre mercado”, afirmou. “Comecei por acaso, quando vi um executivo escondendo o cigarro na moita pra fugir do fiscal. Ele me chamou e ofereceu 20 reais por uma corrida de 2 minutos, só pra dar uma tragada”. A prefeitura de São Paulo, em comunicado à imprensa, assegura que não tem condições de fiscalizar esse tipo de atividade, já que a lei não prevê punição para fumantes em movimento e os agentes da Vigilância Sanitária e do Procon não têm treinamento específico para o caso. A tendência é que cidades como como Nova Iorque, Paris e Buenos Aires adotem o serviço nos próximos meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE.