Siga me

sábado, 8 de abril de 2017

Rússia tira da "garagem" o maior submarino nuclear do mundo

O submarino nuclear da Guerra Fria Dmitry Donskoy, a única embarcação do género ainda em circulação, vai navegar pelo Mar Báltico até finais de julho.
O submarino russo Dmitry Donskoy, mais conhecido como Akula (tubarão em russo), faz parte da classe de embarcações Typhoon, que foram concebidas para o teatro de operações da Guerra Fria no início dos anos 80.
Com cerca de 172 metros de comprimento e com 200 armas nucleares a bordo, prontas a serem lançadas a qualquer momento, este é um dos submarinos mais imponentes do mundo.
O gigante soviético partirá da cidade costeira russa de Severodvinsk, no final deste mês, navegando pelo Mar Báltico até finais de julho, altura em que atracará em São Petersburgo, para um desfile militar anual, conta o jornal online norueguês "The Independent Barents Observer".
O submarino, que neste momento é utilizado pela marinha russa apenas para testar novos equipamentos militares, é movido a energia nuclear através de dois geradores de grandes dimensões e é o único, de um grupo de seis embarcações construídas na altura, que ainda está em funcionamento.
Esta é a primeira vez que um submarino nuclear desta envergadura vai navegar pelo Mar Báltico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FIQUE A VONTADE.